quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Papel - Caroline Mendes

Papel

 

Eu tenho um papel em branco

E não sei o que fazer.

Será que amasso, jogo fora?

Ou faço uma pintura, com prazer?

 

Posso fazer uma dobradura

E criar algo novo

Sei que dá um trabalho,

Mas quando pronto, é um gosto!

 

Posso escrever, deixar marcas

Que poderão ficar velhas.

(Até viver quando eu morta estiver)

Talvez seja uma boa idéia.

 

Mas são tantas opções

Que fiquei insegura

Farei de tudo um pouco

Antes que eu morra na brancura!


Caroline Mendes








Um comentário:

Jeferson Assis disse...

Olá, tudo jóia?
Não rasque, não amasse e nem jogue fora o papel. Utilize-o para escrever uma linda poesia e perca-se em devaneios enquanto você a escreve.
Belíssimo blog.

http://blogdojeco.blogspot.com/
Abraços.

Abraços.