sábado, 9 de maio de 2009

Dente de Leite - Caroline Mendes

Dente de Leite

A menina, no dentista
Pediu logo anestesia:
Tirar dente de leite
Com dor, só em mente!
O dentista, como amigo,
Foi bastante querido:
Pôs muita anestesia
Pra criança, cortesia!

E tirou ali o dentinho,
Bem branco, pequenino
Deu à menina, "Para a fada
Dos dentes, bela Alada!"
Ao sair de lá, ela sentiu
A face estranha; sorriu.
Não sentia parte da boca
Que anestesia louca!

Antes de ir dormir,
Foi preparar o ritual:
Pires de sal, e o dente
Para fada sair contente:
Deixando algum dinheiro,
E levando o presente!
Foi dormir; a fada chegou:
Levou o pires, e nada deixou!


Caroline Mendes






8 comentários:

mateus disse...

Muito bom o poema e a pintura.
mas...coitada da menina

C. disse...

Seu poema como sempre muito bom, mas me lembrou o pavor que tenho de dentista, embora seja inevitavel ir né?!

www.conto-um-conto.blogspot.com

punXpiD3r disse...

rsrs
conheço umas fadas dessaas na vida real...pobre garota

Lucas Vallim disse...

Que coisa triste!! Coitada da criança... Mesmo assim gostei, bonito!

Márcio Vandré disse...

O poema é bem compacto, mas o final surpreende!
Parabéns!
:)

José disse...

Gostei, geralmente as fadas fazem isso mesmo, nada de moedas de ouro, muito bonito.

Leo Lagden disse...

Triste e poético na medida certa.
Adoro suas poesias, tanto é que coloquei uma em um post no meu blog (com os devidos créditos e link).
Passo sempre por aqui.

www.blogdoargonio.blogspot.com

Abs

Leo Lagden

Douglas disse...

gosteeeei!!