quinta-feira, 12 de março de 2009

Sobre literatura de cordel.

A Literatura de cordel é fonte de história e conhecimento popular. Quem conhece sabe que pode servir de entretenimento e também de aprendizado, mostrando fatos verídicos ou não, personagens reais ou imaginários, releituras de grandes obras...

Para quem não conhece - em algumas regiões do Brasil essa arte é pouco distribuída -, a Literatura de Cordel é, antes de tudo, um tipo de poesia popular, originalmente oral, e depois impressa em folhetos. Essa arte veio de Portugal, e a região do Brasil que mais foi influenciada pelos folhetos de cordéis é o Nordeste.

A estrutura da poesia pode ser bem diversificada, com quadras, sextilhas, septilhas, oitavas, décimas...

Para trazer um pouco disso tudo a vocês, peguei um dos meus "livrinhos" - como chamo -, e repassarei algumas partes.

"Uma vez o seu Lunga
Levou tremenda topada
Alguém chegando pergunta:
- Como foi isso, camarada?
Lunga com o mesmo dedo
Chuta de novo o rochedo
Diz: - Assim!!!, com voz irada"

"A mulher dele outro dia
O relógio derrubou
Olhou pro marido e disse:
- Lunga o relógio parou.
- Queria ver ele andando
Com a queda que levou?"

Esses trechos são do cordel "Seu Lunga, o rei do mau-humor",
escrito por Rouxinol do Rinaré - pseudônimo.

Por enquanto é apenas isso, se gostarem, postarei mais sobre Literatura de Cordel =]


14 comentários:

Marcelo A. disse...

Eu respeito e adoro tudo que é manifestação cultural. E Literatura de Cordel é tudo de bom!
Eu já tive a oportunidade de ler algumas coisas de J. Borges, de Zé Limeira... Mas se tivesse que escolher um nome, esse cara seria Patativa do Assaré!

Posta mais, vai...

Beijo grande!

Rodrigo Andolfato disse...

Eu adorei. Já tinha visto uma ótima animação sobre cordel.

Olha ela aqui!

http://www.youtube.com/watch?v=RKzquqCLJHo

Gostei muito do seu Blog! tem a ver com o meu! Aceita parcerias? Se aceitar, deixe um comentário lá que ponho o seu link!

http://livroquequeroescrever.wordpress.com/

Abraços

Moça do Fio disse...

Literatura de Cordel é uma delícia.

Aproxima o saber das pessoas, pois é escrita numa linguagem popularesca (mas não menos rica) e muitas vezes tem recursos antigos, como metáforas.

E Patativa do Assaré é o nosso maior destaque.

Beijos.

Chip disse...

Super easy de fazer :D

cê sabe;)


s2

Mafia171 disse...

já sei onde estudar pras provas de português muito bom blog

raysa L. disse...

concordo que não devemos generalizar as coisas dessa vida.
amo poesia, meu sonho é ser professora de literatura, adorei o blog e tenho certeza que voltarei frequentemente, parabéns (:

kilder disse...

oi carol...muit criativo e educativo seu blog! é legal ver que existe gente que pensa e sabe sobre o escrever!!!!
parabens!!!!

comumente-kilder.blogspot.com

Gisela Melloso disse...

Olá Caroline,

Não sou de ler Cordel, mas conheço os contemporâneos, como Arievaldo Viana, Azulão e Rouxinol do Rinaré.

Um do passado que é muito bom tb é o Firmino Teixeira do Amaral, a meu ver claro, com olhos de quem não gosta muito rsrsrsrs

Parabéns pelo post, é ótimo mostrar culturas daqui, mesmo o cordel tendo vindo de Portugal, acho importante passar isso para as pessoas, o gosto pela nossa leitura.

Forte abraço pra vc

Carlos Eduardo disse...

Literatura de Cordel é muito boa,
é uma pena ser pouco divulgada. É simplesmente enriquecedor para quem tem contato com esse material.







http://putoanonimo.blogspot.com

Felype disse...

adorei o blog, e o post super interessante!

http://netculpada.blogspot.com/
Novo post sobre as 50 Cantoras mais famosas da historia!
Aceito parcerias.

Mães de Yorkshire disse...

Muito bom mesmo! Você escreve muito bem.
Parabéns!

Beijos


Meu outro blog:
www.flavianamiranda.blogspot.com

PW e ROOCO disse...

Olha só, minha família por parte de mãe é do Ceará, e lembro que quando criança lia com meu irmão vários livrinhos de cordel trazidos por meu avô de lá do nordeste. Gostava muito da imaginação dos escritores, os contos sobre os malandros que enganavam até mesmo o diabo me divertiam bastante, buito bom hehe........

castrodigital.com.br disse...

Acho muito interessante esse tipo de literatura porque é criada, na maioria das vezes, por pessoas com pouca ou sem nenhuma instrução escolar, mas pensem numas pessoas inteligentes!!!

Francisco Castro disse...

Olá!

Eu adoro literatura de cordel, desde criança que eu leio esses versos maravilhosos que são produzidos por pessoas de mente brilhante e de alma poética.

O linguajar empregado e as rimas são de um encanto que nos deixa encantados com tanta criatividade para desenvolver um poema que muitas vezes é composto de muitas e muitas páginas. Vale muito a pena ler literatura de cordel.

Abraços

Francisco Castro