terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Escreve-me - Florbela Espanca

Escreve-me

...Escreve-me! Ainda que seja só

Uma palavra, uma palavra apenas,
Suave como o teu nome e casta
Como um perfume casto d'açucenas!
.
Escreve-me!Há tanto,há tanto tempo
Que te não vejo, amor!Meu coração
Morreu já,e no mundo aos pobres mortos
Ninguém nega uma frase d'oração!"
.
Amo-te!"Cinco letras pequeninas,
Folhas leves e tenras de boninas,
Um poema d'amor e felicidade!
.
Não queres mandar-me esta palavra apenas?
Olha, manda então...brandas...serenas...
Cinco pétalas roxas de saudade...
.
Florbela Espanca
.
A Carta, por Pierre Bonnard, 1906

3 comentários:

Simply disse...

Olá linda,

usted falou que tinha me dado um selo e era pra eu vir aqui, mas eu ignorante como sou num achei..
Me ajuda?

bjos

Simply disse...

Amo-te,amo-te, amo-te...
Tem coisa mais peculiar e gostosa que está palavrinha???

Eu postei segunda aqui, mas meu comentário sumiu...

bjs

mateus disse...

Nossa bem legal esse.
Parece que o amor dela esta longe e ela quer apenas uma carta com a cofirmaçao de amor correspondido,talvez ate para um certeza.