segunda-feira, 13 de abril de 2009

Para um amigo - Caroline Mendes

Para um amigo

Noites e noites passarão
E tu estarás comigo,

Como um grande amigo

A acolher lágrimas de emoção.


Tu, que me escutas,

Sem precisar nada dizer.
Enquanto te abraço, a crer

Que em teu abraço mergulho.

Tu, que tanto me ajudas
Sem esperar nada em troca
Posso te amassar e machucar

E não terás amarguras.

Para uma menina carente,

Tu és mui doce e suave.
És também um sonífero:
Meu travesseiro paciente.


Caroline Mendes



Flaming June, por Frederic Leighton.




8 comentários:

Moça do Fio disse...

Amigo é analgésico, é água, é cobertor, cama, conforto... é tudo na nossa vida.

Tenha um amigo, e terá tudo o que precisa para ser feliz.

Beijo.

Eu amo a E.Y. disse...

"Tu, que me escutas,
Sem precisar nada dizer."

Através dessa construção, deu para ver que não se tratava de uma pessoa. Pensei que fosse um sentimento. Só dá para entender que é o travesseiro no final mesmo.

Beijos!

Chip disse...

[nao aceita]

"oi, sou seu travesseiro" xD

ashahsha bjs te amo

Caio blogger disse...

Todos precisam de amigos, é essencial uma amizade verdadeira. Lindo esse Poema. Parabéns , menina.

se der, dá uma passada no meu blog.
www.caiovaaz.blogspot.com

Sir Edison Gil disse...

Muitas vezes amigo é sinônimo de perigo, até o travesseiro quando cai, largue-me sozinho e não volta... Hã?

Diego Manoel disse...

Oi Caroline, gostaria de saber se vc está a fim de parceria? adicionei seu banner aqui no meu blog, manda resposta lá nos comentários ok?

Abraço

http://infoerock.blogspot.com/

Lucas Vallim disse...

Adorei a poesia, E a pintura! muito bonito

liláh disse...

amei esse poema!